Um guia completo das vacinas até o quarto ano do seu bebê

Aqui você vai ficar sabendo quais são as primeiras vacinas do bebê.

No primeiro ano de vida o seu bebê vai receber mais vacinas
do que o resto da vida dele.

São 19 vacinas no primeiro ano, 5 no segundo e 2 no quarto
ano de vida.

É um período realmente difícil para as mamães.

Pois, além de dar um dó ver os nossos pequenos chorando ao
receber a vacina.

Também é complicado os efeitos que algumas vacinas fazem no
seu bebê.

Eles ficam mais chorosos e podem até ter uma febrícula.

Aqui, você vai ficar sabendo:

– para que servem as vacinas

– quais são as doenças que o seu bebê vai ficar imune

– quais vacinas são dadas de acordo com a idade do seu bebê

– o que é e quais são as vacinas sazonais

– quais as diferenças das vacinas públicas e privadas

E no final você vai saber um pouco da minha Experiência de Mãe sobre esse assunto.

Mas, para que servem as primeiras vacinas do bebê?

Se tem algo que uma mãe não aguenta é ver o seu bebê
doentinho.

Pode ser até um simples resfriado.

A nossa vontade é poder pegar os sintomas deles para nós,
não é mesmo?

Agora imagina se o seu bebê pega uma doença grave como
meningite ou paralisia infantil?

Um coração de mãe fica apertado só de pensar.

Mas, tudo isso pode ser evitado graças a vacinação.

E o melhor de tudo é que ela é gratuita e de fácil acesso em
qualquer Unidade Básica de Saúde.

Quando o seu bebê é vacinado ele recebe uma dose controlada
da doença.

O organismo dele vai detectar e produzir anticorpos.

Esses anticorpos vão permanecer no seu bebê ao longo da
vida.

Assim, quando ele tiver algum contato com a doença
novamente.

O organismo já vai estar preparado para combater a doença.

Quais doenças que são imunizadas até os 4 anos de vida?

As vacinas que o seu filho vai receber até os 4 anos de vida
vão prevenir contra 16 doenças.

Algumas bem graves, outras mais simples.

Mas, todas são muito importantes.

Tuberculose

É uma doença infecciosa que afeta os pulmões e pode atingir
outras partes do corpo.

Principais sintomas:

– Tosse produtiva

– dor no peito

– febre

– falta de apetite

Clique
aqui
e saiba mais sobre a tuberculose

Hepatite A e B

São doenças infecciosas grave que afetam o fígado.

Principais sintomas:

– mal-estar

-febre

– dor de cabeça

– cansaço

– dor abdominal

– amarelamento da pele e olhos

Clique
aqui
e saiba mais sobre a Hepatite

Difteria

É uma infecção grave no nariz e na garganta.

Principais sintomas:

– dor de garganta

– rouquidão

– membrana grossa e acinzentada que cobre a garganta e
amigdalas

– falta de ar

Clique
aqui
e saiba mais sobre Difteria

Tétano

É uma infecção bacteriana bem grave.

Provoca espasmos musculares e pode levar à morte.

Principais sintomas:

– espasmos e rigidez no maxilar

– rigidez nos músculos do pescoço e nuca

– rigidez muscular na região do abdômen

– espasmos musculares com dor por vários minutos

– muito suor

– febre

Clique
aqui
e saiba mais sobre Tétano

Coqueluche

Infecção muito contagiosa do trato respiratório.

Principais sintomas:

– muita tosse

– espirros

– corrimento nasal

– febre baixa

-dor de garganta

Clique
aqui
e saiba mais sobre Coqueluche

Poliomelite (paralisia infantil)

É muito grave.

É um vírus que vive no intestino e causa inflamação da
medula espinhal.

Principais sintomas:

-febre

-garganta inflamada

– cansaço

– dor/rigidez nos braços, nas pernas e/ou nas costas

Clique
aqui
e saiba mais sobre Poliomelite

Pneumonia

Infecção que atinge um ou ambos pulmões.

Principais sintomas:

– tosse com catarro

– febre

– dor no peito

– dificuldade para respirar

Otite

Inflamação (seguida de infecção) no ouvido.

Principais sintomas:

– dor no ouvido

– saída de líquido espesso e amarelado do ouvido

– febre

– dor de cabeça

Meningite

É uma doença (infecciosa ou viral) que inflama as membranas
que revestem o cérebro e a medula espinhal.

É bem grave.

Principais sintomas:

– rigidez no pescoço

– náusea

– vômito

– febre

– sonolência ou dificuldade de acordar do sono

– irritabilidade

Clique
aqui
e saiba mais sobre Meningite

Gastroenterite (rotavírus humano)

É um grupo de vírus que atingem o estômago e intestino.

Principais sintomas:

– diarreia

– vômitos

– dor no estômago

– febre

Clique
aqui
e saiba mais sobre o Rotavírus

Febre amarela

É uma infecção viral transmitida por mosquito infectado.

Causa hemorragias em diversos graus.

Principais sintomas:

– febre

– icterícia (amarelão)

– dores musculares

-náusea e vômito

– olhos, rosto ou língua avermelhada

– reação á luz

Clique
aqui
e saiba mais sobre a Febre Amarela

Sarampo

Infecção viral bem grave em crianças pequenas

Principais sintomas:

– febre

-tosse

– cansaço

– erupções ou manchas vermelhas pelo corpo

– mal-estar intenso

– nariz escorrendo

Clique
aqui
e saiba mais sobre o Sarampo

Caxumba

É uma infecção viral que atinge as glândulas salivares.

Principais sintomas:

– inchaço e dor nas glândulas salivares (em um ou nos 2
lados)

– febre

– dor de cabeça

– fraqueza

– dor ao mastigar e engolir

Clique
aqui
e saiba mais sobre a Caxumba

Rubéola

É uma infecção viral bastante contagiosa.

Principais sintomas:

– manchas vermelhas na pele

– coceira

– febre

– tosse

– conjuntivite

Clique
aqui
e saiba mais sobre a Rubéola

Varicela (catapora)

Também é uma infecção viral muito contagiosa.

Principais sintomas:

– bolhas e manchas vermelhas na pele

– febre

– dores abdominais

– mal-estar

– falta de apetite

Clique
aqui
e saiba mais sobre a Varicela

Essas são as doenças que o seu bebê vai ficar protegido.

É só você seguir o calendário de vacinação direitinho.

Calendário de vacinação

Antes de você conhecer o calendário de vacinas é importante
saber que:

As vacinas podem ser tomadas em dose única ou serem
divididas em algumas doses (de 2 a 5).

Mas, algumas vacinas também precisam de reforço.

O reforço é uma aplicação de mais uma dose da vacina para
recuperar o número de anticorpos que podem ter diminuído ao longo do tempo.

Aqui você vai encontrar um resumo das vacinas que o seu bebê
vai tomar até os 4 anos de vida

Idade do Bebê Vacinas Dose
Ao Nascer Hepatite B
BCG
Dose única
Dose única
2 meses VIP
VORH
PENTAVALENTE
PNEUMOCÓCICA 10V
1/3
1/2
1/5
1/2
3 meses MENINGOCÓCICA C 1/2
4 meses VIP
PENTAVALENTE
VORH
PNEUMOCÓCICA 10v
2/3
2/5
2/2
2/2
5 meses MENINGOGÓCICA C 2/2
6 meses VIP
PENTAVALENTE
3/3
3/5
9 meses Febre amarela Dose única
12 meses PNEUMOCÓCICA 10v
Hepatite A
Tríplice Viral
MENINGOCÓCICA C
Reforço
1/2
1/2
Reforço
15 meses PENTAVALENTE
VOP
Tetra Viral
DTP
4/5
Reforço
Dose única
1º Reforço
4 anos DTP
PENTAVALENTE
Varicela
2º Reforço
5/5
Dose única

Agora, vamos entender esse calendário?

Para poder entender melhor vamos explicar:

– contra quais doenças são essas vacinas

– dosagem que o seu bebê vai precisar para ficar imune

Para que serve a vacina tomada ao nascer?

Ao nascer, no hospital mesmo, o bebê já começa a ser
imunizado com 2 vacinas:

BCG

É uma dose única que previne contra casos graves de
tuberculose.

É aquela que deixa uma cicatriz no braço.

Essa cicatriz deve aparecer até os 6 meses de idade.

E o local da aplicação pode inflamar.

Mas, você não deve usar nenhum tipo de produto ou
medicamento ali.

Hepatite B

Até 12h após o nascimento o seu bebê deve receber a primeira
dose da vacina que previne a Hepatite B.

Para que serve a vacina de 2 meses?

Aos 2 meses, você deve procurar uma Unidade Básica de Saúde
para o seu bebê receber as seguintes vacinas:

VIP

Seu bebê vai receber a primeira dose da vacina contra a
Polimelite (Paralisia Intantil).

VORH

Essa vacina é em forma de gotas e vai prevenir contra o
Rotavírus Humano.

É importante que o bebê não mame 30 minutos antes e 30
minutos depois da aplicação da vacina.

E durante o primeiro dia, tome cuidado ao manipular as fezes
do bebê.

Lave bem as mãos.

PENTAVALENTE

É aquela tão temida vacina, que deixa o seu bebê choroso e
até um pouco febril.

Mas, é muito importante.

Pois, imuniza doenças como Tétano, Coqueluche, Meningite e
outras infecções do Haemophilus
influenzae
tipo B.

PNEUMOCÓCICA 10v

Essa vacina previne contra doença meningite, pneumonia,
otite e outras doenças causadas pelo Pneumococo.

Essa vai ser a primeira dose.

Para que serva a vacina de 3 meses?

Aos 3 meses, o seu bebê vai receber uma única vacina.

MENINGOCÓCICA C

Essa será a primeira dose que irá prevenir contra a
Meningite do sorogrupo C.

Para que serve a vacina de 4 meses?

Aos 4 meses, o seu bebê vai receber a segunda dose das
seguintes vacinas.

– VIP – Poliomelite

– PENTAVALENTE – Tétano, Coqueluche e Meningite

– VORH (última dose) – Rotavírus Humano

– PNEUMOCÓCICA 10 v (última dose) – Meningite, Pneumonia e
Otite.

Para que serve a vacina de 5 meses?

Aos 5 meses, seu bebê vai receber a segunda e última dose da
vacina MENINGOCÓCICA C.

Já vai ficar imunizado contra a Meningite do sorogrupo C.

Para que serve a vacina de 6 meses?

Aos 6 meses, o seu bebê será imunizado por 2 vacinas:

– VIP (última dose) – Poliomelite

– PENTAVALENTE – Tétano, Coqueluche e Meningite

Para que serve a vacina de 9 meses?

Aos 9 meses, o seu bebê ficará imunizado contra Febre
Amarela.

Essa vacina é de dosagem única.

Para que serve a vacina de 12 meses?

Quando o seu bebê completar 1 ano você deve leva-lo à UBS
para receber as seguintes vacinas:

– PNEUMOCÓCICA 10 v (Reforço)
– Meningite, Pneumonia e Otite

– MENINGOCÓCICA C
(Reforço) – Meningite C

Tríplice Viral

Essa será a primeira dose para prevenir o Sarampo, Rubéola e
Caxumba.

A segunda dose será aos 10 anos.

Para que serve a vacina de 15 meses?

Aos 15 meses, o seu bebê vai receber as seguintes vacinas:

PENTAVALENTE com primeiro reforço DTP

Tétano, Coqueluche e Difteria

VOP

É a mesma VIP, mas o vírus não está inativado e sim
atenuado.

Contra a poliomielite e é uma vacina de reforço.

Tetraviral

Vacina de dosagem única contra Sarampo, Rubéola, Caxumba e
Catapora.

Hepatite A

Vacina de dosagem única contra a Hepatite A.

Para que serve a vacina de 4 anos?

Aos 4 anos, seu filho vai receber 3 vacinas:

– PENTAVALENTE com o segundo reforço DTP (última dose):
Difteria, Coqueluche e Tétano

– VOP (2º reforço): Poliomelite

Varicela atenuada

Vacina de dose única que previne a catapora.

O que são vacinas sazonais?

As vacinas sazonais são aquelas que estão fora do calendário
de vacinação, mas que também são importantes.

A mais comum é a vacina da gripe, que é aplicada anualmente
na época do outono.

Bebês a partir dos 6 meses até crianças de 5 anos devem
tomar essa vacina.

Quais as diferenças das vacinas públicas e privadas?

Na rede privada você também encontra as vacinas que estão na
rede pública.

Mas, é bom saber que existe algumas vacinas mais atualizadas
na rede privada.

Hexavalente

É uma vacina que em uma única dose abrange 6 doenças:

– Tétano

– Difteria

– Coqueluche

– Meningite

– Poliomelite

– Hepatite B

Ou seja, aos 2, 4, 6, 12 meses e 4 anos o seu bebê vai
receber 1 picada ao invés de 2 (PENTA e VIP).

E também a rede privada usa uma forma acelular e não partes
inteiras da bactéria.

Isso faz com que aqueles efeitos chatos da PENTAVALENTE
sejam bem amenizados.

Rotavírus Humano

A rede privada usa a forma VR5, enquanto a pública usa a
VRH1.

Na rede privada a vacina protege de um número maior de vírus
que transmitem a doença.

MENINGOCÓCICA ACWY

Na rede pública você vai encontrar a vacina contra a
Meningite do sorogrupo C.

Essa forma de meningite é responsável por 70% dos casos de
meningite.

Na rede privada, além do sorogrupo C, atinge também o A, W e
Y.

Esses são responsáveis por casos bem graves da doença e
atinge a 20% dos casos.

Meningite B

Essa vacina é oferecida somente na rede privada.

E imuniza o bebê contra a Meningite B.

Por que a rede pública não oferece essas vacinas?

Na rede pública é sempre oferecido as vacinas para aquelas
doenças que acometem um número maior de pessoas.

Não haveria dinheiro público suficiente para ofertar vacinas
para todos.

Por isso, algumas vacinas são oferecidas somente para alguma
parte da população.

Como a da gripe e as de zonas endêmicas (aquelas que devem
tomar quando for viajar).

Experiência de Mãe

Para uma mamãe de primeira viagem tudo é muito intenso.

E não posso negar que as primeiras vacinas são doloridas
para as mamães também.

As vacinas que são aplicadas no hospital são mais
tranquilas.

Pois, o bebê já está passando por vários procedimentos.

Mas, quando chega os 2 meses você precisa levar o seu bebê
até a UBS.

Esperar um pouco para ser atendida.

E arrumar aquele bebezinho sorridente e inocente para sentir
um pouco de dor.

Confesso que com a minha primeira filha eu chorei junto com
ela.

Sempre vacinei na rede pública, então teve todo aquele
chororô da pentavalente.

Dá uma pena.

Mas, sempre pensei que preferia ela chorando um pouco por
uma dorzinha.

(nós sabemos que não dói tanto assim).

Do que ver sofrendo internada, recebendo medicação e
desanimada.

É assim que tento pensar quando levo as minhas meninas até a
UBS.

Elas choram um pouco agora para não precisar sofrer depois.

A minha mais velha está quase completando o calendário.

A mais nova tem um bom caminho pela frente.

Mas, estou segura de que estou fazendo o melhor por elas.

Espero ter ajudado a entender melhor todo esse grande calendário
de vacinações.

Gostou do artigo?

Deixa um comentário e nos segue no Instagram.

E bem-vinda ao mundo da maternidade.